quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Como solucionar as principais dificuldades da amamentação

No momento do aleitamento materno, conforto é a palavra-chave. A dica é da nutricionista Vanessa Paz Lima, coordenadora do Centro de Referência Estadual em Bancos de Leite Humano do Piauí, que liderou estudo sobre as principais intercorrências mamárias registradas no período pós-parto. A pesquisa avaliou as dificuldades enfrentadas por 1,8 mil mulheres que deram à luz entre fevereiro e março de 2010, em Teresina. Os resultados são proporcionais à tendência nacional e serão apresentados no V Congresso Brasileiro / I Congresso Iberoamericano de Bancos de Leite Humano, que acontece em Brasília, de 28 a 30 de setembro.



O estudo informa que 435 das 1,8 mil mulheres avaliadas – o equivalente a 24% das lactantes – apresentaram problemas durante a amamentação. As principais dificuldades registradas foram mama demasiadamente cheia (24,8%), baixa produção de leite (21,6%), dificuldade na pega do bebê (15,4%) e fissura do bico do seio (16,8%). Vanessa explica que a melhor maneira de evitar esses problemas é procurar a orientação de profissionais durante o pré-natal e participar de cursos e oficinas para gestantes.

Soluções simples

Mama cheia – Para aliviar a sensação dolorida provocada por mamas demasiadamente cheias, o Ministério da Saúde recomenda massagens circulares na área da auréola do seio. Após a massagem, a mãe pode extrair o leite excedente e encaminhar o produto ao Banco de Leite Humano mais próximo de sua casa. Após rigoroso controle de qualidade, o alimento será destinado a recém-nascidos internados em unidades neonatais. Para doar leite humano é preciso estar bem de saúde e não usar medicamentos que impeçam a doação. Orientações estão disponíveis aqui.



Fissura – Para prevenir rachaduras no bico do seio a principal recomendação é a adequação do posicionamento do bebê durante o aleitamento. Quando a fissura for identificada, a mulher deve hidratar a região com o próprio leite. Melhoras significativas são registradas em até 24 horas.



Posicionamento do bebê – Durante o aleitamento materno, o bebê deve estar bem apoiado, com a cabeça acomodada na curvatura do braço da mãe e o corpo alinhado ao dela. O conforto é essencial para este momento tão especial da relação entre mãe e bebê. Por isso, escolha um local tranquilo, concentre-se e evite interrupções.




Publicado em 27/9/2010.

Escrito por Bel Levy
Retirado de: http://www.fiocruz.br/ccs/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=3557&sid=9

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...