quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Mamando o suficiente para suas necessidades

Um dos benefícios da amamentação exclusiva é dar noção de saciedade ao bebê, o que evita uma série de problemas no futuro, como a ansiedade por comer, o que pode levar à obesidade e ou à outros transtornos alimentares.

E é uma verdade. Quando a Marina mama, não sei o quanto está mamando pois, infelizmente, minha mama não é transparente (hehe). Eu não a tiro do peito, afinal de contas, sou adepta à livre-demanda. Quando está satisfeita, a não ser que ela queira ter uma desculpa para ficar pertinho um pouquinho, ela solta o peito e suspira. Algumas vezes dorme depois, porém não mais com a frequencia de quando era recém-nascida já que Marina é uma mocinha de 4 meses.

Aliás, uma boa medida para saber se o recém-nascido (0 a 28 dias) mamou o suficiente é ver se ele dorme após cada mamada. O bebê nesta fase tem, em média, necessidade de dormir 16 horas por dia, ou seja, descontado este número de 24 horas, o restante deste tempo é o período que amamentamos. Resumindo, ou estão dormindo ou estão mamando (nos intervalos estão sendo trocados ou tomando banho haha).

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...