quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Trocar e mamar ou mamar e depois trocar?

Outra dúvida cruel.

Bom, com o tempo, você se ajeita e vê como é melhor para você e para seu bebê. Eu e a Marina, hoje, fazemos o seguinte: mama e, depois de uns 15 minutos, troca. Só muda antes de dormir, pois deixo ela mamar limpinha para dormir em seguida.

Mas vou ser sincera, no começo, essa decisão era bem complicada, pois eles despertam quando você troca mas, normalmente fazem cocô depois de mamar. E mamam toda hora e fazem cocô toda hora. Fora que, depois de mamar, se você deitar o bebê para trocar, eles regurgitam o leite. Com a Marina, eu a colocava em um apoio para que a cabeça e o tronco ficassem mais altos e, assim, diminuíam as chances do leite "voltar". De qualquer forma, eu colocava um babadorzinho, pois se caso acontecesse, pelo menos eu não tinha que trocá-la inteira.

Trocar imediatamente após fazer cocô também não é uma boa, pois no caso de bebês amamentados, as fezes são muito líquidas e escorrem para as costas quando você os deita para trocar. Dê um tempinho para a fralda absorver. Passe sempre, sem miséria, uma pomada protetora contra assaduras. O bebê também vai aprender a tolerar um pouquinho mais a fralda suja  e isso é bom, para quando você sai e não tem condições de trocar naquele momento.

Lembre-se que o período mais difícil passa logo e, com uns dois meses, já é possível coordenar melhor essas duas tarefas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...