segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Amamentação X Volta ao trabalho

Não está sendo fácil.

Pensar na separação, nem que seja por somente 8 horas (7 às 14h), está de tirar o sono. O que me consola é que assim a Marina comerá uma quantidade maior de papinha pois não terá o peito à disposição neste horário. E ela PRECISA comer.

Hoje tentei dar os dois peitos para ela mamar pela manhã e deu certo. Ela mamou os dois. Até ontem eu tirava o segundo peito e doava. Também estou me conscientizando de que uma hora terei que deixar de doar, afinal, não produzirei leite para sempre...hehe

Estamos planejando a rotina da Marina para que ela não precise do leite enquanto estiver fora, substituindo as mamadas pelas frutas e pela papa salgada. Ontem ela também tomou meu leite no copo, tem tomado uns golinhos de água e até conseguiu chupar um canudinho duas vezes (isto eu continuarei tentando, muito legal!). Foi a primeira vez que deu certo, então se um dia precisar, não será tão difícil assim.

Esquema de alimentação para a Marina até entrar na escola (em 19 de janeiro de 2011):
  • 5h30: Leite materno (2 peitos)
  • 10h (hora que ela acorda): Fruta pura ou misturada à outras, com ou sem aveia em flocos finos
  • Depois, um passeio
  • 11h30: Papa salgada, água ou suco
  • Depois, brincar.
  • 13h: Fruta
  • 14h30 em diante: Leite materno e paparicos da mamãe até de noite!!!!
Este é o primeiro post da série "Volta ao trabalho". Me dedicarei agora a passar esta experiência de amamentar e voltar a trabalhar, acredito que este seja o meu maior desafio agora. Não que eu não queira amamentar, eu não queria era trabalhar!!! heheheheh

Ainda acho que a licença-maternidade tinha que ser de 1 ano...

2 comentários:

  1. Dê ao seu filho o que há de melhor. Amamente!

    Quando uma mulher fica grávida, ela e todos que estão à sua volta devem se preparar pra oferecer o que há de melhor para o bebê: o leite materno.
    É muito importante, tanto para o bebê como para a mãe, amamentar até os dois anos de idade ou mais. O leite materno é o único alimento que o bebê precisa, até os seis meses. Só depois se deve começar a variar a alimentação.
    Acontece que nem todas as mães sabem de todos os benefícios e deixam de amamentar mais cedo. Você pode ajudar nessa campanha divulgando materiais e informações.
    Caso se interesse pelo tema, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br e participe!

    Atenciosamente,
    Ministério da Saúde.

    ResponderExcluir
  2. ou 2!!! acho que 4 meses era um absurdo, já que se recomenda amamentação exclusiva até os 6 meses. Mas 6 meses também não é o ideal, já que temos que introduzir os alimentos sólidos. É, no mínimo 1 ano pra começar rs...
    Luciana

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...