quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

As fases do bebê - O quinto mês

O quinto mês é delicioso.

É um crime apenas 4 meses de licença-maternidade. Eu tive a oportunidade de ter os 6 meses mais 30 dias de férias e isso é uma benção.

Não sei como ninguém nunca pensou que 4 meses era pouco, pois o quinto mês é a consolidação da amamentação. Você já não tem os "grilos" de ter ou não ter leite, já entende quando o bebê está com fome, aliás, ele já aprendeu a te pedir, os horários ficam mais espaçados, dá para brincar muito, passear, saber mais ou menos os horários de tudo e, se estiver mamando direitinho, com uma boa pega, sem água, sucos, chás ou outros alimentos, seu peito estará "bombando" de leite, mas sem aquele transtorno de ficar vazando toda hora, sem dores e os empedramentos diminuem muito. E olha que eu continuo doando meus 80mL/dia!

Fora que é a consolidação do vínculo. O bebê olha nos seus olhos como nunca havia olhado e entende que você está o alimentando. Ele sente seu carinho quando você o amamenta e retribui de uma forma única. Faz carinho em você quando está mamando, mexe no seu rosto, dá umas risadinhas e é TUDO DE BOM.

O bebê já está um pouco mais independente, brinca um tempo sozinho, assite a televisão, sorri para o que gosta, acha que já pode sentar (hehe) e, no caso da Marina, acha que já pode ficar em pé... Joga os brinquedos no chão, adora passear, interage com músicas, já sabe quem é sua família e mostra do que gosta e do que não gosta e de quem não gosta também, o que às vezes nos deixa numa "saia justa"... Marina já sabe dar "beijinhos", sabe quando está agradando, sabe chamar nossa atenção, enfim, já está mais presente no mundo e é delicioso!

A única coisa é que no quinto mês começou a minha angústia da separação. A preocupação com os novos alimentos, com "será que ela vai domir sem meu peito?", "sentirá fome?", "sentirá minha falta?" São perguntas que todas as mães fazem, todas sofrem e, depois de alguns dias de separação, tudo se ajeita. Como Deus é muito bom, depois eles nem se lembram das horinhas que passaram longe da gente, é claro, se formos muito presentes na hora em que voltarmos para casa...

O que me acalma um pouco é meu horário de trabalho: 8 às 14h então terei dois terços do dia para ficar com ela e amamentar tudo o que ela não mamou neste horário. Estamos estabelecendo horários e planejando sua alimentação para que não precise nem mamar no copo. Ela só tomará leite quando eu chegar.

O que eu tenho para falar sobre este mês é o seguinte: se você não trabalha, aproveite para curtir muito, se já está trabalhando, quando chegar em casa, deixe as outras coisas de lado e fique ao lado do seu bebê mas se você está em licença-maternidade ainda, não deixe que a angústia atrapalhe seus últimos momentos de convivência exclusiva e integral com seu bebê. Este tempo não voltará mais e, se não aproveitar, vai deixar de participar de grande parte da formação do seu bebê, perdendo oportunidades valiosas de poder ajudar a formar sua personalidade e, principalmente de consolidar o vínculo entre vocês. O bebê está pronto para aprender as coisas do mundo. Aproveite!

As "Fases do bebê" - Primeira semana

As "Fases do bebê" - Primeiro mês
As "Fases do bebê" - Segundo mês
As "Fases do bebê" - Terceiro e quarto mês
As "Fases do bebê" - Sexto mês - em breve!!!

4 comentários:

  1. Oii tudo bom?
    Obrigada pelo comentário e fico muito feliz que tenha gostado do curso que elaborei o material didático!!!
    Eu já conhecia seu blog e sempre o visito, só que acho que nunca tinha comentado aqui... Sua bb é muito linda viu!
    Vc tb faz parte da L-Materno né?
    tenha um ótimo final de semana!
    bju
    :)

    ResponderExcluir
  2. Olá fabi! Adorei sua matéria! Tenho 18 anos e tenho um pequeno aqui tmb de 4 meses! Parabens me ajudou bastante! Que preciosidade que voce tem heem! Linda demais a marina! Tudo de bom para voces um enorme abraço! E estou aguardando o sexto mes rs!!!!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito de ler suas experiências, me tirou umas risadas pois e exatamente o que estou vivendo, minha princesa acabou d fazer um mês, e muito amor envolvido mas não é fácil, só quem passa sabe.

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito de ler suas experiências, me tirou umas risadas pois e exatamente o que estou vivendo, minha princesa acabou d fazer um mês, e muito amor envolvido mas não é fácil, só quem passa sabe.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...