segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Marina está comendo bem?

Eita perguntinha...
Percebi que, para a maioria das pessoas, comer bem significa comer uma pratada do tamanho que um adulto come e, além disso, pede para comer tudo o que a gente quer comer também.

Infelizmente ainda hoje o bebê bonitinho é o bebê gordinho, cheio de dobrinhas.

Marina é magrinha, não é pele e osso, mas não tem dobrinhas. Pesava em torno de 8,500Kg e tinha 75cm aos 1 e 3 meses de vida. Não come pratadas e, na maioria das vezes, não se interessa pelo que a gente está comendo.

Mas ela come. A quantidade que ela determina, e está bem assim. Eu também não como muito, tampouco o pai dela. E ela é saudável e feliz assim. Come somente quando tem fome. É claro que às vezes a gente quer que ela coma um pouquinho mais, experimente uma porcariazinha... mas por enquanto ela não se interessa.

Essa é uma das características do bebê amamentado. Ele tem autoregulação da ingesta dos alimentos e sabe quando parar de comer. O leite materno tem todos os nutrientes que ele precisa, com calorias na qunatidade certa. Não há sobra.

Um dia a pediatra me disse o seguinte: um bebê do tamanho da Marina que tem 3Kg a mais do que ela tem o quê a mais? A resposta: gordura. Pronto. A Marina tem a reserva energética que precisa, está tudo equilibrado no seu organismo e, desta forma, não a condeno a ser um adulto obeso.

Por isso, agora, quando me perguntam se a Marina come bem, eu digo: "Come bem e ainda mama muito bem"!

Tudo de bom, não é mesmo?
  

Um comentário:

  1. É isso aí! O que inporta é a qualidade do alimento e não a quantidade. E quanto à qualidade não tem nada melhor do que o leite materno. Eu amamento minha bebezinha de 4 meses e vou continuar até quando for o melhor pra nós duas. O teu blog é uma inspiração e uma delícia de ler. Parabéns!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...