segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Amamentar cansa?

A gente fica mais cansada com certeza.

Tem que produzir leite, tem que amamentar em livre demanda, na hora que o bebê pede, tem que ficar disponível, tem mais fome e, com isso, gasta cerca de 500 calorias a mais por dia.

Porém, cansa menos do que acordar cedo no horário de verão, pegar o carro, abastecer, pegar duas horas de trânsito escutando buzina, com gente te fechando, te xingando, com farol que não abre e com agente de trânsito que não trabalha.

Cansa menos do que não achar lugar para parar no trabalho, do que trabalhar em três Unidades Básicas de Saúde com uma jornada de 30 horas, do que ficar em reuniões improdutivas, do que fazer coisas no trabalho que você tem certeza que não dá futuro. Cansa menos do que abrir o holerite e fazer as contas com a última linha.

Cansa menos do que comer correndo, do que pegar chuva, do que passar calor no carro sem ar condicionado.

Cansa menos do que voltar do trabalho e ter que passar no supermercado em 20 minutos, em lembrar de tudo o que tem para comprar, de comprar as suas frutas, as frutas do bebê, de passar na farmácia, de comprar a roupa que falta, de não deixar faltar as coisas em casa.

Cansa menos do que tomar banho correndo, lavar roupa, pendurar, tirar a roupa seca do varal enquanto refoga o arroz, descongela o feijão feito no final de semana, faz uma carne, cozinha legumes, enquanto faz um papazinho diferente para o bebê.

Cansa menos do que terminar o jantar enquanto fala ao telefone, resolve outras coisas, ao mesmo tempo em que se preocupa com o uniforme da escola e arruma as bolsas. A sua e a do bebê.

Cansa menos do que ter que lembrar todos os dias que tem que levar papel higiênico para o trabalho, comida e a água de beber. De levar agenda, notebook, carregador, celular, o carregador do celular, carteira, documento do carro certo.

Cansa menos do que arrumar armário, guardar as roupas, sair catando as coisas da casa.

Por quanto tempo terei que fazer isso: a vida toda.

Quando eu amamento, eu sento, estico as costas, as pernas, tiro os sapatos, bebo um copão de água, tiro a blusa em dia de calor, pego um cobertor no dia de frio, me aninho com minha cria e, enquanto ela mama passando a mão no meu rosto, aproveito para sentir a molezinha que a ocitocina dá no corpo. E durmo.

Por quanto tempo terei que fazer isso? Dois, dois anos e meio talvez.
E aí? Paro de amamentar ou repenso minha vida?

O que você faria?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...