terça-feira, 15 de maio de 2012

101 coisas que aprendi amamentando Marina



  1. Que amamentar é algo que se aprende
  2. Que mamar também se aprende
  3. Que amamentar é prazeiroso e fácil depois que se aprende
  4. Que você vai poder ensinar o bebê a mamar da melhor maneira pra os dois
  5. Que o ato de amamentar se faz em dupla, tem que ser bom para os dois
  6. Que amamentar é um antidepressivo poderosíssimo
  7. Que amamentar é algo que se dá “entre as orelhas”, na cabeça
  8. Que o apoio do companheiro e da família é muito importante
  9. Que ter um companheiro que ajude é muito tranquilizador
  10. Que se alimentar bem é bom pra você e para o bebê
  11. Que estar cansada, estressada e nervosa não ajuda em nada
  12. Que descansar é o primeiro remédio para se ter leite
  13. Que olho no olho é o segundo melhor
  14. Que quanto mais se mama, mais se tem leite, não importa a idade do bebê
  15. Melhores remédios para cólicas: peito e colo
  16. Que nenhum bebê mama igual
  17. Que não há tempo certo para ficar no peito
  18. Que não há hora para amamentar
  19. Que o bebê não sabe quando é dia ou quando é noite
  20. Que o choro de 3 minutos dura 30 de madrugada
  21. Que o vizinho não vai chamar o conselho tutelar, se ele foi pai, já passou por isso
  22. Que ele está aprendendo a ter fome, ter dor de barriga, ter calor, frio e que tudo isso é difícil para ele
  23. Que ele quer nosso colo porque esteve por 9 meses conosco
  24. Que no início é mais difícil, mas com o passar dos dias, vai ficando mais fácil
  25. Que o bebê sabe quanto ele tem que mamar, mas que às vezes, ele se cansa antes de terminar e dorme...
  26. Que ele vai querer mamar de novo dali uns minutos para terminar de mamar
  27. Que, por estas e outras razões, mamar toda hora não significa que o leite é fraco
  28. Que o leite materno é rapidamente digerido porque é específico para a espécie humana
  29. Que o bebê vai pedir para mamar mais vezes quando se tem muitas visitas (eu quero a minha mãe!)
  30. Que não ouvir boa parte dos palpites sobre a qualidade/quantidade do seu leite faz bem
  31. Que não ouvir sugestões de uso de mamadeiras ou chupetas também faz bem
  32. Que o bebê realmente não quer chupeta, a gente é que põe na boca dele
  33. Que chupeta atrapalha a amamentação e desmama
  34. Que mamadeira também confunde o bebê, desmama e é uma ilusão
  35. Que leite materno é de graça
  36. Que leite materno é bem mais prático em qualquer hora e lugar
  37. Que você pode aproveitar a hora de amamentar para esticar os pés e esquecer da vida, ou ler um livro
  38. Que mamar no peito alimenta, acalma e reconforta
  39. Que deixar o bebê passando frio para mamar não funciona e associa o ato de mamar a algo desconfortável
  40. Que colo é o melhor lugar para se ter um bebê
  41. Que sling ou uma tipoia ajuda a carregar o bebê mesmo em casa
  42. Que carrinho e berço não é lugar para o bebê passar o dia
  43. Que deixar chorando no berço ou no carrinho não ensina o bebê a esperar
  44. Mas que ele pode esperar uns dois minutos até você esquentar sua comida
  45. Que realmente o bebê não precisa de água nos primeiros seis meses, nem de chá, nem de suco
  46. Que em dias quentes é só amamentar mais
  47. Que vitaminas ele toma no seu leite, é só comer de forma saudável
  48. Que temos que ter coisas práticas para lanchar ao longo do dia
  49. Que precisamos de ajuda com a casa e outros filhos e não com o bebê
  50. Que visitas são bem-vindas se ajudarem com essas coisas ou se trouxerem lanchinhos...
  51. Mesmo assim, visitas boas são aquelas de, no máximo, 30 minutos
  52. Que banho quente ajuda a ter mais disposição para amamentar
  53. Que massagem nas costas ajuda muito
  54. Que receber carinho e namorar nos intervalos é bom demais
  55. Que amamentar obrigatoriamente em cadeiras próprias é bobagem
  56. Que é bom amamentar no sofá, na cama, no chão, no chuveiro, em qualquer lugar da casa ou do mundo
  57. Que aquelas pomadas todas, bicos e acessórios não servem para nada, só atrapalham
  58. Que soutien de amamentação bom e prático é aquele de abertura total
  59. Que amamentar em boa companhia é bom demais
  60. Que amamentar deitada descansa MUITO
  61. Que amamentar vendo um filme com o marido é uma paz
  62. Que amamentar na rede é reconfortante e descansa
  63. Que amamentar é uma boa desculpa para não deixar seu filho com quem você não quer
  64. Que amamentar no chuveiro é bem gostoso e, além de relaxar, desentope o nariz do bebê
  65. Que cama compartilhada ajuda o casal a descansar, a mãe a amamentar e o bebê a se alimentar
  66. Que amamentar de madrugada ajuda a ter mais leite
  67. Que viajar amamentando é muito mais fácil
  68. Que amamentar conversando com o bebê é um aprendizado para ambos
  69. Que os picos de desenvolvimento são reais
  70. Que você pode amamentar fazendo outras coisas
  71. Que o bebê que já come, com o tempo, entende que tetê é só com você e que, portanto, ele não vai chorar até morrer quando você precisar sair um pouco ou voltar a trabalhar
  72. Que é completamente possível trabalhar e continuar amamentando
  73. Que você não vai querer se separar dele por mais de algumas horas por pura saudade sua
  74. Que cada momento amamentando é único
  75. Que cada sorriso mamando é um momento maravilhoso
  76. Que você receberá muitos carinhos amamentando
  77. Que amamentar um bebê doente faz com que ele se recupere mais rápido
  78. Que é um alívio saber que ele está mamando quando não quer comer mais nada
  79. Que amamentar um bebê com dentes não machuca, é só conversar e ensinar
  80. Que devem ser feitos acordos de boa convivência entre a dupla para amamentar por mais tempo e de forma mais prazeirosa
  81. Que amamentar dá um sono gostoso na gente...
  82. Que aproveitar essa molezinha para dormir junto com o bebê é uma delícia
  83. Que a amamentação tem benefícios nutricionais e imunológicos não importa a idade do bebê e você vê isso nele
  84. Que amamentar um bebê com mais de um ano é muito legal
  85. Que amamentar ajuda o bebê que não se adaptou ainda aos alimentos
  86. Que, quanto maior a variedade de alimentos saudáveis você consumir, mais nutrientes vão para seu bebê
  87. Que você passa a comer de forma mais saudável quando você amamenta
  88. Que você aprende a beber água, tomar suco natural
  89. Que você fica mais “natureba”
  90. Que você fica menos workaholic
  91. Que sua visão de mundo muda
  92. Que nunca mais você vai deixar de se emocionar ao ver um bebê
  93. Que você vai querer ajudar todo mundo a amamentar
  94. Que você vai exercitar muito sua educação quando alguém vier falar: “nossa, ele ainda mama? Só no peito?”
  95. Que o peito não é chupeta, é alimento e carinho
  96. Que amamentar é dar carinho e amor
  97. Que carinho e amor demais não fazem mal a ninguém, a falta deles sim
  98. Que o bebê amamentado vai conquistando sua independência dia-a-dia conforme sua maturidade
  99. Que o bebê amamentado cresce com a mandíbula, maxilar, dentes e rosto proporcionais e em tamanho adequado, conforme sua genética
  100. Que amamentar é a melhor maneira de acalmar um bebê que está agitado ou nervoso
  101. Que Amamentar é Tudo de Bom

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Tetê pra sarar!

Feliz no tetê!
Viroses...

Ô época chata essa!

Frio de noite, calorão de dia, pé no chão, bichos rodando pelo ar seco e poluído e... GRIPE!!!!

Marina quando pega esses resfriados fica chatona (ah, vá?!) e para de comer. E só tetê, tetê, tetê...

Pai e mãe ficam desesperados: Ai, não quer comer, ai, vai emagrecer... ai só quer tetê....

Fiz diferente dessa vez. Marido ocupado com outras coisas, tive a oportunidade de ficar mais horas sozinha com ela (cansa, hein?), mas teve o lado bom: sem pressões!

Quer tetê? Mamãe dá tetê. Mais tetê? Mamãe dá mais tetê.
De meia em meia hora? De meia em meia hora.
Quer papar? Não, quero tetê. Tá bom, mais tetê.
Vamos papar um pouquinho: 2 colheres e mais tetê.

Ahá! Marina sarou. Não chorou nenhum dia.  Não teve mais febre.
Emagreceu um pouquinho, mas bem pouquinho. Menos do que de outras vezes.
Não ficou chatona.
Brincou.

Mamãe precisou comer um pouquinho mais, mais azeite na comida, mais água, suco, mais comidinhas saudáveis e soninho de dia para recuperar. Mesmo assim cansou menos, bem menos.

E então... tetê pra sarar? tetê pra sarar!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...