domingo, 23 de junho de 2013

Procurando novas rotinas


Eu e Marina na sua festa de 3 anos
3 anos e 15 dias. Marina vem vindo com um tetezinho só por dia durante a semana só para dormir, com algumas recaídas de fim de semana.

Agora sinto meu leite em bem pouca quantidade e, para a falar a verdade, me sinto pronta para esta parte final e agora venho até incentivando, coisa que não fiz até hoje. Acho que cheguei também ao final deste período, então o corpo já não responde como antes.

Uma tarde dessas Marina quis mamar e eu senti que não ia rolar. Falei pra ela guardar o tetê pra noite, mas ela insistiu muito, conversei, falei que não conseguia fazer mais bastante leitinho, que podíamos fazer outras coisas, outros carinhos, outras brincadeiras, comer algo junto, mas ela ainda sim insistiu. Coloquei-a no peito ela mamou e disse: "mamãe, acabou". Os olhos dela marejaram e os meu também. Eu disse à ela que amava dar tetezinho pra ela mas que eu não conseguia mais fazer tanto leitinho. Eu marejei, bambeei... mas Marina se levantou, deu um beijo no tetê e me abraçou. "Vamos brincar, mamãe?" "Claro, Marina, vamos sim!"

E no dia seguinte pela manhã ela disse: "Mamãe, não tem problema que você não faz mais leitinho, eu tomo chocolate" (leite de soja com chocolate, foi a minha alternativa para o café da manhã dela). "Vamos brincar?"

Ela tem vindo mamar à noite, mas logo solta e não tem adormecido mais no peito. Nos primeiros dias ela adormeceu no meio da gente na cama e de uma semana pra cá pediu para dormir na cama dela com a  gente ao lado.

Hoje à tarde ela mamou um pouquinho porque viu a Alice mamar na Ju (amigona minha que tem uma bebezinha de 2 meses e meio que mama lindamente) mas logo soltou. Chegou em casa com sono, relutou em dormir, assistiu desenho, ficou chatinha, não pediu pra mamar. Aceitou meu colo e dormiu no colo, resmungou um pouquinho pra dormir, mas se aconchegou e dormiu. Primeira vez que dorme no meu colo sem tetê à tarde.

E vamos assim, procurando novas rotinas, adaptando nosso dia-a-dia. Com paciência e carinho, para que ela faça essa última transição da forma mais tranquila possível. E nós também. Às vezes bate a preocupação com a alimentação, substituir todos os tetês por coisinhas saudáveis para que ela continue com a saúde que tem, mas hoje me sinto mais preparada para essa última parte.

Amamentar é tudo de bom.

domingo, 9 de junho de 2013

De três para uma mamada ao dia


Demorei um pouco para escrever esse post porque estava aguardando um tempinho para ver se era verdade. Rs.

Marina passou de 3 mamadas ao dia (manhã, chegada da escola e noite) para 1 mamada só na hora de dormir. E isso foi da noite para o dia.

A mamada da volta da escola às vezes ela já esquecia. Mas pela manhã era religioso. Acordava e : Tetê, mamãe! Agora, ela chega na minha cama pela manhã, deita ao nosso lado e tira uma sonequinha ou agarrada no pai ou em mim. E não pede mais o tetê.

Agora senti uma redução brusca no enchimento das mamas e também quando a coisa sai dessa rotina, como por exemplo, no fim-de-semana ela dorme à tarde, então, pede para mamar, aí a minha fome vem que vem. A barriga até ronca. Mas de segunda a sexta tem sido assim. E pensa que não tem leite quando ela vem? Ô se tem. Enchimento automático!

Agora, para quem acha que leite materno não faz nada em uma criança de 3 anos, te digo já: mudou até o padrão do funcionamento do intestino dela. Hoje tenho que me preocupar mais com as frutas porque às vezes o intestino dela fica preso.

E vamos assim. Marina completou 3 anos dia 6 de junho. E o desmame vem vindo, devagarzinho. Eu também estou desmamando e curtindo outras coisas com ela.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...