terça-feira, 19 de novembro de 2013

3 meses sem amamentar e a falta dos hormônios


Bom, estamos de volta.
Parecia que tinha acabado, mas cá estou eu novamente. Rs.

Há 3 meses não amamento mais, mas tenho que confessar que há umas duas semanas Marina pediu para mamar e eu deixei. E saiu leite, viu? Ela disse que era esquisito o leite mas que era gostoso (Tudo de Bom amamentar criança grande né?), mas não foi o suficiente para que eu deixasse de sentir várias coisas que têm ocorrido nesse tempo.

Apesar da perda gestacional que estou também considerando nas questões emocionais e hormonais, senti falta da ocitocina. Tudo aquilo que eu falava (Amamentar descansando e 35 meses de amamentação), hoje me faz falta no sentido químico da coisa. Marina supre todas as outras necessidades minhas e dela de contato e carinho, mas a química, aquela química ligada a neurotransmissores mesmo, sabe? aquela é a que falta...

A ocitocina me relaxava em dias estressantes, me dava ânimo. A amamentação me deixava muito mais disposta a comer e eu comia de tudo e nada me fazia mal. Hoje voltei ao que era antes da gravidez da Marina, preciso tomar mais cuidado com a comida, engordo mais fácil, minha digestão é mais lenta, mudou o ritmo do meu intestino. Mudou minha sede, tenho vontade de comer coisas menos saudáveis (como chocolates e doces), o que me prejudica o estômago...srrs. Tenho mais necessidade de café. Não voltei mais a tomar leite e derivados mesmo sem amamentar e acho que levarei isso para minha vida agora.

A libido aumentou. Seria para compensar a falta de ocitocina? Minha química mudou. Meus ciclos menstruais agora são verdadeiros, com TPMs verdadeiras. A pele mudou. Os cabelos.

Antes, eu aproveitava o momento de amamentar para descansar ( E o melhor lugar para amamentar é...). Agora tenho que criar momentos de descanso. E me lembrar de que tenho que parar e descansar. E ensinar Marina a descansar ao meu lado.

Reaprender a ser só eu agora. A não ser mais dois. Ela já sabe ser muito bem ela.

A ocitocina foi, durante 3 anos e quase 3 meses, minha fluoxetina, minha sertralina, minha droga. A minha química.

Amamentar é tudo de bom. Pro bebê? Não mais do que pra mãe que pode e consegue amamentar.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...