terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Consequencias do uso de bicos artificiais (mamadeiras e chupetas)

"..Neném sem chupeta

Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você..."

O bebê chora mesmo.
Ele chora porque é o único meio de se comunicar e porque está passando por novas situações, completamente diferentes daquelas vivenciadas no útero da mãe. Nunca precisou comer, beber, mamar, sentir frio, calor, fome, sede. Estava ali juntinho de você, quentinho e quietinho. E então achamos que ele deve ser independente logo no primeiro dia de vida e que a gente não tem tempo para amamentar o dia todo, na hora que ele quer e que ele tem que entender que o mundo é difícil mesmo, mesmo sem saber que está no mundo ainda. Veja meu depoimento sobre "chupetar" aqui. E a minha experiência com chupetas aqui.

E então, a avó ou a tia ou a gente mesmo, compra uma chupeta lindona importada com o apelo comercial de que é bem parecido com o seu mamilo. E, se não dá certo, a gente tenta outras e outras até o danadinho pegar. Quando o bebê pega, todo mundo diz: "Ah, que lindinho! Parece que nasceu com ela". E aí é só o começo:
  • Redução do tempo de aleitamento
  • Redução do tempo de contato mãe-bebê, causando alterações emocionais na dupla mãe-bebê
  • Aumento das infecções no bebê e na mama (neste ultimo caso, "sapinho" e mastites)
  • Aumento das doenças alérgicas no bebê
  • Alterações da fala pela anteriorização da língua entre as gengivas ou entre os dentes devido à sua hipofunção, alterando a produção de alguns sons pela projeção inadequada da língua, principalmente os sons de /t/, /d/, /s/, /z/ e /n/ (resumindo: a língua é um músculo que fica flácido devido ao pouco "exercício" que faz durante a sucção da mamadeira e da chupeta prejudicando a fala)
  • Alteração da deglutição
  • Alteração da tonicidade e da postura oral
  • Alterações no reflexo de sucção e deglutição
  • Alterações no desenvolvimento do maxilar
  • Aumento da chance de problemas ortodônticos e de motricidade oral
  • Crianças que não fazem uso de chupeta possuem uma chance 4x maior de serem amamentadas até o sexto mês de vida (eu vi isso na prática)
  • O uso de chupetas e mamadeiras deixa o palato duro estreito e profundo, levando a um mau alinhamento dos dentes e alteração da sobreposição dentária, acarretando em desequilíbrio da musculatura oral (aconteceu comigo e com o meu irmão)
  • Lembrando ainda que o uso de chupetas no recém-nascido aumenta o risco de morte súbita.

Percebi que o bebê que usa chupeta e/ou mamadeira babam muito mais, devido à alteração na deglutição da saliva e dão mais trabalho na hora de começar a mastigar e a deglutir os alimentos, cospem e engasgam mais.


Além disso, ficam mais tempo com a boca aberta, respirando mais pela boca do que pelo nariz.

O bebê que usa chupetas normalmente é um bebê que tem a fama de "chorão" e os pais alegam que não podiam mais com aquele desespero todo. Resumindo, a chupeta serve para "calar" o bebê, como um botão de "off". O bebê precisa chorar, faz parte do seu desenvolvimento mas não é preciso deixá-lo chorando, se ele chora, temos que tentar entender o que ocorre: ou ele não está mamando corretamente, ou está sujo, com sono, cansado de tantas visitas, com frio, com calor, com dor ou só quer carinho.

A bochecha, o lábio inferior e a língua ficam mais flácidos e o lábio superior atrofiado (hoje reconheço de longe um bebê amamentado e um que usa bicos artificiais).

O bebê esteve na sua barriga por aproximadamente 40 semanas. Dê um tempo para ele se habituar ao mundo. Aproveite sua licença-maternidade, entregue-se à este novo amor. Um dia, quando as necessidades do seu bebê forem outras, você sentirá falta disso tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...