quarta-feira, 28 de julho de 2010

Quem disse que tudo é tão romântico? Às vezes fica difícil...

O maior desafio da minha vida hoje é amamentar.

Aprendi muitas teorias na Faculdade e no trabalho mas nunca imaginei que a teoria seria tão diferente na prática quando o assunto é esse. Minha meta é amamentar a Marina até os 6 meses exclusivamente e só parar quando ela quiser (é lógico que não para sempre hehe), mas às vezes dá a sensação de que não sou forte o suficiente para isso.

Durante o dia ela mama muito tranquila, sou adepta à livre demanda, portanto, não tenho horários pré-estabelcidos para amamentá-la. Qaundo ela pede, eu dou, não importa se ela mamou há 10 minutos ou há 3 horas. No entanto, à noite,tudo fica difícil. A Marina teve muitas cólicas (agora reduziram depois que parei de tomar leite de vaca e derivados, mas isso depois eu explico), gosta de ficar acordada depois das 23h e aí, chora de sono. Ela não aceitou nenhuma chupeta (Ainda bem! Leia mais em Chupeta e mamadeira desmamam). Ela pede para ficar no peito a cada 20, 30 ou 40 minutos das 22h às 2h da manhã e aí fica difícil. Quando tem cólicas, ela me morde e puxa o mamilo, machucando. Fora o meu sono, pois ela mama de madrugada também e pela manhã e eu não consigo dormir durante o dia (fora que dormir durante o dia não descansa como de noite). E aí ficamos um "caco"... Começa a dar medo de tudo, de acabar o leite porque você fica cansada, porque você fica nervosa, aí dá uma culpa danada...

Acredito que isso aconteça com muitas mães que passam pelo pesadelo das cólicas e dos bebês que trocam o dia pela noite, por isso resolvi compartilhar, mas acho que chegaremos lá. Ainda não perdi nenhuma meta minha na vida, não será essa a primeira. O benefício da amamentação não é só meu, mas da vida da minha filha. O futuro da saúde dela depende disso.

Marina mamando com 1 mês e 12 dias.

Um comentário:

  1. Oi Fabi!

    Agradeço seu comentário lá no blog querida.Tem sido difícil essa fase do Theo não dormir, mas lendo aqui este post lembrei que ele com cólicas era infinitamente pior, chorei junto diversas vezes, assim como sentiu com Marina, eu tinha medo até do leite secar de stress...

    Bom, vou levando por aqui, torcendo para esta fase dele passar logo.Eu fico falando com marido que não vejo a hora do Theo crescer e virar adolescente porque daí eu que vou acordar ele de hora em hora para ele ver o que passei kkkkkkk To brincando!

    Bjão!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...