quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Marina curumim

Acho que o lado europeu da Marina ficou longe, apesar do seu avô paterno ser da catalunha e o restante português e italiano, já percebi que a tataravó índia está muito presente!

Se a  Marina pudesse, ficava o dia todo em um lugar quente, sem roupa, sem fralda, mamando, grudadinha em mim em um sling! hahahha

Um comentário:

  1. Modéstia totalmente a parte, o lado “curumim” da Marina, ela puxou de mim! Minha mãe tinha que sair correndo atrás de mim para colocar roupa e, inclusive ainda hoje, se eu estiver em casa sozinha eu já aviso para ligarem antes e avisarem que estão chegando... Adivinha por quê?! Eheheheheheheheheh
    Bjos, da "priminha" NATHY

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...