quarta-feira, 10 de novembro de 2010

As "Fases do bebê" - Terceiro e quarto mês

Agrupei esses dois meses porque acho que um é o aperfeiçoamento do outro.

No terceiro mês Marina já foi para o quarto dela. Foi o meu segundo parto. Ela já dormia a noite toda desde o segundo mês, o frio do inverno estava diminuindo e não havia mais motivos para deixá-la conosco. Depois de algumas tentativas (eu desistia em cima da hora), para não correr mais o risco de desistir, desmontei o berço do meu quarto. Na primeira noite não dormi. Deixei a babá eletrônica no volume máximo e fiquei indo ao quarto de hora em hora, portas abertas e luz acesa no corredor. Na segunda noite, espacei mais os horários e, para falar a verdade, hoje, no quinto mês ainda não fechei as portas tampouco apaguei a luz do corredor... e de vez em quando ainda dou uma passadinha por lá. Mãe é fogo!

O terceiro mês é um marco. Todo  mundo te fala: "- Calma que no terceiro mês tudo melhora..." e então comecei a achar que este mês era encantado. Pois era mesmo. Marina começou a pegar os brinquedinhos, começou a babar, o leite parou de voltar, começaram as gargalhadas, as pernas e os braços se moviam de alegria mas sabia demonstrar melhor o cansaço também. Continuou dando trabalho para dormir à noite, mas depois que dormia, dormia mesmo. A mão, agora, fica na boca a maior parte do tempo.

Já dá para cantarolar mais, dá para virar de bruços, brincar mais, passear mais, abusar mais dos slings, bater mais fotos. O carrinho já não tem mais espinho e dá para passear melhor com ele também.

O papai já consegue brincar também. Marina se agarra nos nossos cabelos, se joga (às vezes) no colo da gente, puxa os brincos, correntes, morde nosso ombro, joelho, mãos, braços, queixo e qualquer parte do seu corpo que estiver na sua frente e até assiste um Discovery Kids (isso é bom ou ruim?...) por uns 30 minutos (que alegria!) e até ri dos desenhos preferidos!

No quarto mês Marina confirmou sua personalidade "curumim" e aprendeu a "fugir" da fralda. Ela empurrava o corpo para trás com os calcanhares e ria. É mole?

O chuveiro continua sendo o seu momento "relax". Ela mama, brinca e dorme no chuveiro. Mamãe natureza perdoa esse "pequeno gasto adicional de água", não perdoa?

As sonecas do dia diminuíram, Marina dorme às 22-23 horas, acorda 6-8 horas para mamar e dorme até eu acordá-la às 10. Brincamos, passeamos, mama às 11h30, dorme de novo. E aí, até a hora de dormir à noite fica acordada por cerca de 2h, brinca, passeia (quando tem sol) e dorme sonecas de 30-40 minutos.

O esquema trocou-mamou também diminuiu. Ela não mama mais a cada troca de fraldas.

Aquele bebezinho que te sentia apenas pelo cheiro está aguçando sua visão e deixando os instintos de lado. Saudades?

Seguir para:
As "Fases do bebê" - Primeira semana
As "Fases do bebê" - Primeiro mês
As "Fases do bebê" - Segundo mês
As "Fases do bebê" - Quinto mês

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...